Oficina

Fotojornalismo

com Iana Soares

Nesta oficina, observaremos a construção de narrativas jornalísticas através de imagens e as transformações ocorridas ao longo do tempo. Alguns temas presentes: História do Fotojornalismo, construção das ideias de documento e representação do real, linguagem e técnica, ética e cotidiano. Haverá uma vivência fotográfica no entorno para experimentar, na prática, as questões discutidas.
Além de uma aproximação do campo da cultura visual, os participantes poderão tanto se apropriar de uma visão crítica em relação às imagens jornalísticas, como também refletir sobre as possibilidades de construção de um trabalho fotojornalístico próprio.

Data: de 4 a 6/10 de 2017
Horário: 14 às 17h
Local: Caixa Cultural Fortaleza (Camarim 2)
Público-alvo: Estudantes, fotógrafos, comunicadores, jornalistas, artistas visuais.
Interessados em geral, com conhecimento de fotografia básica. Acima de 15 anos.
Número de participantes: 20 alunos

FIcha de Inscrição

Iana Soares é jornalista e fotógrafa. Gosta de mar, sertão, sal e gente. Começou a fotografar quando pesquisava o processo de afirmação étnica dos índios Tremembé. Depois de graduar-se em Ciências Sociais (UECE), voltou para o Jornalismo (UFC) e reencontrou a imagem, além da palavra. Fez mestrado em Belas Artes, na Universidade de Barcelona. Participou de diversas exposições e mostras como o Encontros de Agosto, o Festival de Fotografia de Tiradentes, a exposição Mapes desorientats, em Barcelona, e Derivas, em Valência, entre outros. Em 2015 foi ganhadora do Prêmio BNB de Jornalismo, na categoria fotografia nacional, com o trabalho Sertão a Ferro e Fogo - Marcas de gado e gente.  É editora de fotografia do jornal O POVO e professora da Travessa da Imagem. Foi professora do Percurso de Fotografia do Porto Iracema das Artes (2017).