Espetáculo

Caixa de Sombras 

Marítimas: Narrativa 1 # Minha jangada chama pelo nome

Jangada de vela ao vento... lançando a rede de tudo vem: peixe, lagosta e saudade. A onda que quebra na praia leva e traz de longe a notícia, guardada nas conchas e búzios enterrados na areia.

O Grupo Ânima, atuante na cidade de Fortaleza, desde 1998, apresenta Marítimas, uma série de narrativas, com Teatro de Sombras em Miniatura, que trazem um imaginário poético do mar. A Narrativa 1 # “Minha Jangada Chama pelo Nome” trata da memória e do tempo, a partir do olhar de um velho pescador, no qual passado e presente entram em sintonia e a linha tênue que os separa se rompe pela pujança de imagens que se sucedem, tecidas pelo som do mar, ora calmo, ora devastador.

Uma pesquisa que o Ânima vem desenvolvendo, a partir de residência artística, com a Cia. Teatro Lumbra, no Vale Arvoredo, no Rio Grande do Sul, e que vem ampliando a compreensão sobre a transversalidade do teatro de sombras e a complexidade das formas deanimação de objetos, bem como o diálogo com outras linguagens artísticas, como a fotografia e o cinema.

Caixa de Sombras

Direção, Ator/Sombrista, Cenotécnica, Iluminação: Cleomir Alencar
Trilha: O Grupo
Silhuetas: Tatiane Sousa e Cleomir Alencar
Figurino e Produção: Tatiane Sousa